Refletindo a sociedade

Siga nos:

29

REFLETINDO A SOCIEDADE

A USP é a última grande universidade a aderir ao modelo de cotas e dispõe de até metade de suas vagas para alunos da rede pública e grupos raciais e étnicos.

Desde 2012, quando o Supremo Tribunal Federal determinou a constitucionalidade das cotas e o Congresso Nacional aprovou a Lei de Cotas, as universidades brasileiras vêm se adequando à questão.

Na USP, a meta é ter 50% de alunos egressos da rede pública, incluindo negros, pardos e índios, de forma gradual, até 2021. Essa medida, de acordo à universidade, é para evitar que o peso financeiro de uma mudança como esta inviabilize o orçamento da instituição. A regra vai valer, ao longo do período de adaptação, para todas as faculdades, incluindo a de Medicina.

Fonte: nota adaptada de matéria publicada na revista Veja
Imagem: http://www5.usp.br/

Compartilhe nas redes sociais